Segunda-feira, 30 de Abril de 2007
Cancro da mama

Têm aparecido várias utentes com ca. da mama, só na semana passada foram 3 utentes com esse diagnóstico... sinto-me impotente face ao desespero que a alma delas espelha... umas mais novas, outras mais velhas, mas todas com o raio dessa doença em comum e com a mesma dor... maldita doença! A D. A. já vai no 2º... fez biópsia e... mastectomia! O marido, coitado, dá-lhe o apoio que pode e quando eu lhe falei numa eventual reconstrução só se limitou a responder: "outra operação?"... foi-lhe comprar as próteses mamárias porque parece que as que ela tem são muito pesadas e desconfortáveis... será que se consegue ler num manual como lidar com este tipo de situações? o que dizer a um marido que se sente tão fragilizado quanto a sua mulher? enfim...

encontrei esta informação acerca do cancro da mama num site duma clínica e coloquei-a aqui para facultar a informação a quem dela precisar... um bem haja a todas as mulheres que sofrem diariamente com esta dor surda mas que grita tão alto dentro de cada uma de nós...

Um dos grandes acontecimentos do século XX no mundo ocidental, foi a tomada de consciência por parte das mulheres da necessidade de uma maior intervenção social, politica e económica.
Curiosamente, estas mulheres têm por vezes uma atitude expectante quando se trata da sua saúde, negligenciando sintomas que as deviam alertar.
A mulher deve encarar a sua saúde de uma forma mais participativa, de maneira que de um modo simples e com alguns exames não invasivos, possa beneficiar de toda uma panóplia de meios que só a beneficiarão.
O segredo para a classe médica, será de envolver todas as mulheres nesta cruzada contra o cancro e sobretudo para a necessidade de uma detecção precoce.

» A prevenção em Senologia


A verdadeira prevenção não existe, porque as causas de cancro na mama são múltiplas e ainda não totalmente identificadas. No entanto, a mamografia é o método mais fiável de despistagem precoce do cancro da mama.
O cancro da mama é a primeira causa de mortalidade na mulher.
Cerca de 30.000 novos casos são detectados por ano. Estudos efectuados nos Estados Unidos, Suécia e Holanda demonstraram que a detecção precoce, fez baixar a taxa de mortalidade entre 30 e 40%.
Quanto mais precoce for a despistagem, maior e melhor será a expectativa de vida.
É importante conhecer os sinais que podem revelar um cancro da mama:
- Um nódulo pequeno ou espessamento da pele;
- Uma modificação da forma da mama ou um mal-estar persistente;
- Escorrência mamária fora de um contexto de gravidez.
Em caso de aparecimento destes sinais deverá consultar imediatamente o seu médico.
Para as mulheres que não têm nenhum sintoma as recomendações médicas são as seguintes:
- Mulheres com mais de 20 anos, deverão proceder mensalmente e após o período menstrual a um cuidadoso auto-exame.
- Mulheres com mais de 50 anos deverão efectuar uma mamografia de dois em dois anos.
As mulheres com antecedentes familiares ou pessoais de cancro da mama, devem consultar o seu médico que julgará da oportunidade, de efectuar mamografias com um tempo de repetição menor.

SIGA AS RECOMENDAÇÕES DO SEU MÉDICO. A MAMOGRAFIA NÃO É UM LUXO, PODE SALVAR-LHE A VIDA. O CANCRO DA MAMA DESENVOLVE-SE LENTAMENTE, GERALMENTE, NECESSITA DE 6 A 8 ANOS PARA ATINGIR UM TAMANHO DE 1cm. POR ISSO QUANTO MAIS PEQUENO E MAIS LOCALIZADO MELHOR SERÃO AS POSSIBILIDADES DE CURA.


Auto-Exame da mama

» O que é o Auto-Exame?

É o exame efectuado pela própria mulher, que conhecendo bem todas as particularidades das suas mamas, lhe permite uma melhor apreciação das alterações que decorrerão no decurso da sua vida.


» Quando fazer?

Faça o auto-exame uma vez por mês.
A melhor ocasião é na primeira semana após o ciclo menstrual, altura em que há menor tensão mamária. Para as mulheres já na menopausa ou que tenham sido submetidas a uma operação ao útero ou ovários, o auto-exame deve ser feito no mesmo dia de cada mês, como por exemplo todo dia 15.


» O que procurar?
Diante do espelho:
Deformações ou alterações do formato das mamas
Abaulamentos ou refracções
Fenda à volta do mamilo

No banho ou deitada:
Caroços nas mamas ou axilas
Secreções pelos mamilos


» Como examinar as suas mamas?


Diante do espelho:
Eleve e abaixe os braços.
Observe se há alguma anormalidade na pele, alterações no formato, abaulamentos ou refracções.

Durante o banho:
Com a pele molhada ou ensaboada, eleve o braço direito e deslize os dedos da mão esquerda suavemente sobre a mama direita estendendo até a axila.
Faça o mesmo na mama esquerda.

Deitada:
Coloque um travesseiro debaixo do lado esquerdo do corpo e a mão esquerda sob a cabeça. Com os dedos da mão direita, apalpe a parte interna da mama. Inverta a posição para o lado direito e apalpe da mesma forma a mama direita.
Com o braço esquerdo posicionado ao lado do corpo, apalpe a parte externa da mama esquerda com os dedos da mão direita.

Atenção:
Caso encontre alguma das anormalidades citadas, lembre-se que é importante procurar o seu médico, quanto mais cedo melhor!
Além disso nas consultas de rotina, peça ao seu médico assistente para que examine também as suas mamas.



publicado por boneca às 21:08
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim
.Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.posts recentes

. Precisam-se de mudanças e...

. 12 badaladas

. Natal...Natal...

. Diz que...

. bonita história...

. arrendamento jovem

. É só clicar e ajudar!

. cá estou eu

. Esta vida

. Top de amamentação

.links
.arquivos

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.links
.pesquisar
 
blogs SAPO
.subscrever feeds